Mais Um Vacilo

 

O que está acontecendo com Nosso Corinthians, amigos Alvinegros ?! E aquele Timão que estava tão entrosado no começo do Campeonato ?! Das jogadas rápidas, dos passes certeiros e das finalizações.

 

Depois do empate com o Santos na Quarta-Feira, vacilamos novamente ontem, com o jogo praticamente ganho, levamos o empate aos 39 minutos do segundo tempo do Ceará no Pacaembu. Perdemos a oportunidade de matar o jogo já no primeiro tempo, quando estávamos melhores em campo. Dia da volta de Júlio César, volta de Liédson que só entrou no segundo tempo, mas notável ainda fora de ritmo, voltou Ralf da seleção brasileira e veio como titular o lateral Ramon, que vai jogar por conta da lesão de Fábio Santos, que deverá ficar fora dos gramados por dois meses.

 

Site Band

Site Band

Willian anda meio sumido, as finalizações certeiras continuam fazendo muita falta, Tite com suas substituições estranhas e mesmo em um Campeonato longo, como é o Campeonato Brasileiro, onde a maioria dos times tem seus momentos de vacilo, é importante parar e ver no que tanto estamos errando e voltar a boa forma que sabemos que o TIMÃO tem. Ainda bem que no futebol também contamos com a sorte, o Flamengo também empatou e com isso as posições na tabela quase não mudaram. Que Nosso Corinthians tenha em mente que o fato não é que somente empatamos, mas sim deixamos de ganhar, e isso é bem mais preocupante.

 

VAI CORINTHIANS!

 

Paulinha Pezutto

Rodada Boa, Jogo Ruim – Corinthians 2 x 2 Ceará

Visão de Jogo com Hugorkut Ollivers no ar sempre um dia após os jogos do timão!

Visão de Jogo com Hugorkut Ollivers no ar sempre um dia após os jogos do timão!

Fiel nação sob as bençãos de São Jorge, mais uma vez vacilamos e dentro de nossos domínios! O Corinthians tem pecado demais e isso tem me preocupado periodicamente, pois estes pontos que estamos perdendo em rodadas totalmente favoráveis como esta podem fazer muita falta lá na frente, o discurso de que ainda somos líderes não me convence e se quer chega a me agradar. Ontem no estádio do Pacaembu o Corinthians esteve matador do meio para frente no primeiro tempo, porém do meiopara trás um desastre que nos custou por 2 minutos um empate indigesto. Empate este que foi desfeito por Alex, que enfim chegou para jogar bola e fez um golaço como há tepos eu não via nos jogos do Corinthians. Com o resultado de 2 x 1 o Corinthians garantia-se sosegado na liderança do campeonato e dava confiança a torcida que está ressabiada.

No segundo tempo, tudo mudou. O Corinthians voltou a ser o apático e indigesto time das últimas rodadas, um show de passes errados e um imenso sufoco do Ceará para cima dos donos da casa. Por alguns momentos cheguei a me perguntar se eu estava assistindo o jogo no Castelão. O Corinthians mal conseguia se mover para o ataque e raramente ameaçou a meta alvinegra do time do nordeste, e quando chegou perto de fazer pecou muito nas finalizações e como diriam por ai: “Quem não faz….” Pois é, o Ceará fez e teve o gol anulado por impedimento, alívio para fiel alvinegra. O que não esperávamos é que o Corinthians não acordaria e levaria mais um, dessa vez em condições legais, mais uma vez por falha decisiva da nossa zaga o Corinthians perdia a chance de se isolar na liderança, ficando novamente empatado em pontos com o Flamengo que também empatava em 2 x 2 contra o Figueirense.

Paulinho novamente ajudou muito o time, inclusive marcando gol.

Paulinho novamente ajudou muito o time, inclusive marcando gol.

Nesta quarta feira, o confronto é contra o Atlético-MG no Ipatingão, e eu espero que a escrita de se dar mal contra os times que estão mal na tabelase desfaça e que possamos fazer um belo resultado para espantar a má fase para longe de uma vez por todas. Perder vários pontos assim sequencialmente é muito ruim para a sequência de um trabalho e o Corinthians está a beira de um replay de 2010 e não é de hoje que estamos alertando isso! Te cuida timão!

Que o sonho de sermos campeões seja eterno e que nós sejamos eternamente campeões!

Hugorkut Ollivers

Alguém Tem Saudades Do Mano?

Depois de acompanhar a triste dobradinha da última quarta, protagonizada pela Seleção Brasileira e o Corinthians, dois cantos ecoaram nas arquibancadas, e também, na internet. Foram eles o Fora Mano e Fora Tite.
Sob o comando de Mano Menezes, o Timão teve um 2008 que cumpriu com a obrigação de subir, um primeiro semestre de 2009 fenomenal, para depois, desfilar, no sentido pejorativo da palavra, no Brasileirão do mesmo ano, seguido de um planejamento horrível justo no ano do Centenário, Libertadores no lixo e Paulistão, nem se fale.
Com a sua saída, o Mano deixou alguns manos e muitos críticos do seu trabalho.
Mesmo assim, os seus substitutos fizeram pior, Adilson Batista, prefiro não comentar, já o Tite, afundou a chance de 2010 faltando três jogos para o término do Brasileirão, conseguiu a pior participação de um clube nacional na história da Libertadores, perdeu o Paulistão jogando mal e agora não consegue colocar o time nos eixos.
Tendo em vista estes dois cenários, eu pergunto pra você Fiel Torcedor.
 
Você tem saudades do Mano?  Você apoia o trabalho do Tite?
 
Denis tassitano

EU QUERO IR AO ANIVERSÁRIO DA CAMISA 12 COM A RÁDIO CORINGÃO!

Siga a Rádio Coringão a Camisa 12 e fique LIGADO nas dicas de Hugorkut!

Siga a Rádio Coringão, a Camisa 12 e fique LIGADO nas dicas de Hugorkut!

Quer ir a festa de 40 ANOS da CAMISA 12 com ingresso na faixa???

É fácil!!!

Quer dizer, nem tão fácil assim né? Então como nada na vida é fácil vocês terão que se debruçar em cima dos livros e pesquisas do Corinthians!

Algo relacionado ao timão é a chave para que você leve o par de ingressos, e dicas serão soltas no meu twitter @Hugorkut e no twitter da @radiocoringao! E quando você descobrir leva os ingressos pra casa!

Porque? Porque a Promoção é CULTURAL!

Para ganhar o par, sim eu disse o PAR de convites para a festa você deve seguir os seguintes tópicos:

 

  1. Ser seguidor dos twitters @radiocoringao e @camisa12oficial.
  2. Prestar atenção nas dicas que serão soltas durante o dia nos twitters da Rádio @radiocoringao e no meu twitter @Hugorkut.
  3. Além disso todo participante terá de tuitar a seguinte frase: “Eu manjo MUITO de CORINTHIANS e vou a FESTA DA @Camisa12oficial com a @RadioCoringao http://radiocoringao.com.br/blog”
  4. As dicas serão obviamente relacionadas a algo do nosso TODO PODEROSO TIMÃO, quem acertar primeiro colocando a resposta nos COMENTÁRIOS do BLOG leva o PAR DE CONVITES para casa!
  5. Difícil? Nem um pouco né? ENTÃO CORRA! E GARANTA SUA PARTICIPAÇÃO!

Hugorkut Ollivers

Redator e Editor Chefe

Blog da Rádio Coringão, a Rádio OFICIAL do Sport Club Corinthians Paulista!

Liderança Retomada! – Santos 0 x 0 Corinthians

 
Todo pós jogo tem os comentários de Hugorkut no BLOG da Rádio Coringão.

Todo pós jogo tem os comentários de Hugorkut no BLOG da Rádio Coringão.

Fiel nação sob as bençãos de São Jorge, por muitas vezes me pego pensando o que acontece com o nosso Corinthians. Afinal de contas depois de atuações terríveis diante de Avaí, América-MG e Atlético-PR, o Corinthians entrou parecendo estar de volta aos seus bons tempos na Vila Belmiro nesta quarta feira. Dominou todo o primeiro tempo e manteve a posse de bola em seus pés durante a maior parte do tempo. Trocou passes como quis até que a bola chegasse no ataque, digo isso porque o ataque do Corinthians não conseguiu mais uma vez trabalhar a bola, errou por muitas vezes o último passe e quando o assunto é finalização então, quase uma piada. A impressão que tenho hoje é que o Corinthians está extremamente dependente de Liédson e que sem ele nem mesmo os seus companheiros conseguem acertar suas finalizações.

Desastrado no ataque, Sheik errou por muitas vezes passes e jogadas fáceis no ataque do timão.
Desastrado no ataque, Sheik errou por muitas vezes passes e jogadas fáceis no ataque do timão.

Com o empate em 0 x 0 o Corinthians retomou a liderança, o que já não é um bom sinal, pois há algumas rodadas atrás comemorávamos uma liderança com mais de 6 pontos de vantagem para o segundo colocado e com um jogo a menos. O sinal de alerta continua aceso no Parque São Jorge e o time do Corinthians tem muito o que melhorar se quiser mesmo brigar pelo pentacampeonato brasileiro ainda neste ano de 2011. Claro que não queremos que o Corinthians vença de qualquer forma todas as suas partidas, até porque isso é impossível, mas que aproveite melhor as oportunidades que tem como as do jogo de hoje e que mate o jogo sempre que houver alguma chance.

Domingo, o Corinthians tem pela frente o time do Ceará e enganasse quem espera por um jogo fácil, podemos usar já como parâmetro que o time do ceará foi o único clube a vencer o Flamengo (atual rival do Corinthians no Brasileirão) neste ano de 2011, este mesmo Ceará lutou com honras nesta quarta feira e venceu o São Paulo (3º colocado do Brasileirão) de virada em jogo pela sulamericana. Em um campeonato onde ninguém é bobo, o Ceará está acima da média entre os clubes nordestinos e parece estar tendo um pouco de sorte contra os times da ponta da tabela, mesmo que fora do campeonato brasileiro. Estaremos com a casa cheia para apoiar, mas é preciso que o time lute, a torcida não desanima nunca e espera o mesmo de seus guerreiros dentro de campo. Apesar das falhas, ainda estamos na ponta, porém sem mais tempo para consertar erros, o jogo a menos já se foi e agora é olho por olho, dente por dente. VAI CORINTHIANS!

Que o sonho de sermos campeões seja eterno e que nós sejamos eternamente campeões!

Hugorkut Ollivers

Sinal de Alerta ou Não?

 

 

Salve Fiel Torcida!

 

Perdemos a liderança do campeonato! Sinal de alerta ligado ou não? Em minha humilde opinião, não temos de nos preocupar tanto assim, pois ainda há muito campeonato pela frente. É bem verdade que dos últimos doze pontos disputados, conquistamos apenas quatro. Vínhamos de duas derrotas e uma vitória e agora empatamos. Nas duas derrotas, jogamos bem e perdemos injustamente em uma e na outra não jogamos nada e não merecemos ganhar. Já na vitória, não convencemos, mas ganhamos e isso foi o mais importante. No domingo, na Arena da Baixada, fizemos um ótimo jogo, o qual foi o melhor dos quatro últimos em minha visão e merecíamos ter saído com a vitória, mas o futebol é injusto, pois nem sempre o que é pra acontecer acontece. E temos de deixar claro também que ganhar do Atlético Paranaense em seus domínios não é uma tarefa fácil.

O desempenho da equipe foi bom. Jogamos melhor, criamos muito mais chances e tivemos no goleiro adversário um grande obstáculo. Danilo e Alex foram os melhores em campo na opinião de quem vos escreve. Alex esteve muito bem na partida e para muitos ontem ele mostrou o futebol equivalente ao valor que custou. Chamou a responsabilidade para si e converteu o pênalti que nos deu o empate. Danilo foi muito bem. Chutou a gol, deu passes, acertou a trave em um arremate, enfim, é só deixar o cara jogar que ele representa. No mais, o restante da equipe foi bem, até mesmo Welder, que vacilou no lance do pênalti marcado para o Atlético, mas vem jogando bem e não pode ser crucificado por esse vacilo e Jorge Henrique que a meu ver não vem sendo o JH que a Fiel está acostumado, mas mesmo não estando em uma boa fase técnica, compensa com sua raça em campo.

Teremos o tão falado “jogo a menos” a cumprir contra o Santos na Vila Belmiro. Esse jogo pode nos devolver a liderança. O adversário estará desfalcado de seus dois principais jogadores que são Paulo Henrique Ganso e o garoto sensação do momento Neymar, mas nós também estaremos desfalcados de Ralf, Liédson e Jorge Henrique e Júlio César. Ambas as equipes perdem muito, mas quem perde mais é o espetáculo, o qual seria ainda melhor se as duas equipes jogassem com a chamada “força máxima”. É ir com tudo para essa partida para trazermos os três pontos e continuarmos na briga pela taça. E em caso de derrota, nada de pensar em crise ou coisas do tipo.

VAI CORINTHIANS!

WILL

 

A Falta De Gols

 

Mais duas partidas realizadas e 04 pontos conquistados pelo Nosso Corinthians. Quarta-Feira passada, no Pacaembu contra o America-MG e a de ontem, contra o Atlético-PR na Arena da Baixada. Não sei vocês, mas não posso dizer que fiquei satisfeita No Pacaembu não jogamos bem, começamos bem, mas não durou muito tempo. Renan novamente falhou no gol do time mineiro e mesmo estando abaixo do satisfatório conseguimos desempatar e ganhar mais três pontos na tabela.

Ontem a história já foi um pouco diferente, Renan foi vetado e Danilo Fernandes entrou em seu lugar, com a Camisa 1 do Timão. E gostei do que vi e senti, na verdade ele não foi muito exigido, porém gostei da segurança que ele nos passou e na minha opinião merece ter mais uma chance de mostrar o que pode fazer pelo Corinthians. Começamos perdendo, depois da marcação de um penalti que está sendo muito questionado e empatamos no segundo tempo também com outro penalti, o qual Alex bateu e fez seu primeiro gol com o Manto Alvinegro. Empatamos fora de casa, não que seja um resultado muito ruim, porém sei que podíamos fazer melhor que isso, temos time e talento para isso.

E um detalhe que já havia me deixado frustrada em outros jogos, voltaram a acontecer nesses dois jogos. As finalizações. Não é possível termos tantas chances de gols e em quase na maioria delas, serem desperdiçadas. Willian, Danilo, Emerson, precisam treinar mais, sei lá. Ficar o dia todo treinando chutes, se for preciso. Mas por favor, voltem a acertar o gol. Estamos precisando acertar a pontaria, para que assim possamos assegurar pontos importantes. E vocês Fiéis Torcedores, no que acham que o Timão está errando ?!

VAI CORINTHIANS!

Por Paulinha Pezutto

Alerta Vermelho – Atlético PR 1 x 1 Corinthians

Visão de Jogo! Todos os dias após dias de jogos do Corinthians, Hugorkut comenta com a fiel os erros e acertos do timão!

Visão de Jogo! Todos os dias após dias de jogos do Corinthians, Hugorkut comenta com a fiel os erros e acertos do timão!

Fiel nação sob as bênçãos de São Jorge demorou, mas chegou o fatídico dia em que perderíamos a liderança e as coisas começariam a mudar. Depois de ver a vitória do Flamengo no sábado, as esperanças eram de que nosso Todo Poderoso vencesse no dia seguinte o Atlético Paranaense e se garantisse na liderança sem ter de depender do jogo a menos a ser disputado nesta quarta feira contra o Santos. Porém, mesmo que até jogando melhor não é fácil vence o Atlético Paranaense em seus domínios e por isso acabamos sucumbindo a forte marcação da equipe do Paraná e ficamos apenas com o empate.

Elenco Corinthiano tentou, mas, não conseguiu furar o bloqueio paranaense, jogo truncado.

Elenco Corinthiano tentou, mas, não conseguiu furar o bloqueio paranaense, jogo truncado.

 

Claro que o erro do juiz, que era fraquíssimo pesou e muito no placar final do jogo, afinal de contas o pênalti marcado para o Atlético Paranaense foi patético. Alguns pontos positivos podem ser observados e assinalados com ênfase neste jogo. Alex, enfim começou a jogar seu futebol, esteve mais solto em campo e foi fundamental em todos os ataques do Corinthians que surtiram algum efeito além de ter chamado a responsabilidade pra cima de si quando cobrou o pênalti que deu o empate a nossa equipe, para muitos, Alex inclusive foi o destaque do jogo. Jogo este que apesar de pegado na marcação foi bem jogado e agradou quem gosta de assistir uma boa partida de futebol.

 

A situação do Corinthians está praticamente igual a de 2010, quando precisávamos vencer nosso jogo a menos para garantir a ponta da tabela. Não gosto deste tipo de pressão e a considero totalmente desnecessária, porém agora, iminente.  O Corinthians entrará pressionados por todos para jogar fora de casa contra uma das melhores equipes de futebol do Brasil que necessita dos resultados positivos em seus jogos a menos para não correr risco de degola no final e tudo. A luz vermelha se acendeu novamente no Parque São Jorge, e nem era necessário dizer, mas todo cuidado é pouco na quarta feira, para que resultados normais como uma derrota fora de casa, não instalem uma crise no Corinthians sem maiores motivos, há de se lembrar que leva o campeonato quem está em primeiro na última rodada.

 

** “Como muito me pediram para analisar o goleiro estreante Danilo Fernandes, prestei atenção aos movimentos do garoto. Um jogo é pouco para avaliar uma posição tão importante. Além do peso de uma estreia um goleiro não consegue mostrar tudo que pode fazer em um jogo. Neste jogo não vi nada de excepcional no menino, e pode-se enxergar as mesmas falhas que vemos de posicionamento em Júlio César e Renan. Com o tempo, pode ser que ele cresça, de momento, nada de anormal e me parece um goleiro na média.”

 

Que o sonho de sermos campeões seja eterno e que nos sejamos eternamente campeões.

 

Hugorkut Ollivers

Quem foi que disse essa besteira?

Sempre que ouço a frase ?time que está ganhando não se mexe?, fico pensando, quem foi que disse esta besteira que virou quase que senso comum em muitas instâncias de nossas vidas. O atual Corinthians é isso! A posição na tabela, os resultados, podem até conspirar a favor, mas as apresentações ruins demonstram que, mais uma vez, no final, a comemoração do titulo fatalmente ficará longe do Parque São Jorge.
 
Líder aos trancos e barrancos, com a mesma comissão técnica e 70% do esquema e jogadores que foram eliminados para o Tolima, o sinal vermelho de alerta deveria estar aceso antes mesmo do Paulistão, que também, foi perdido. Tem técnico que tem sete vidas, o meu desejo, é que estas vidas não correspondam a campeonatos, já perdemos três, que não esperem perder mais quatro pra mudar.
 
Denis Tassitano
 

Segundo Capítulo

Com aquilo que podemos chamar “pano de fundo”, que está no primeiro capítulo da semana passada, temos a concepção do Sonho. Na praia do rio Tietê em seu estado natural, ao som do seresteiro, iluminados por uma fogueira na noite, o Cometa os inspirou. E a Utopia brotou na mente daqueles trabalhadores, como uma semente de uma árvore gigantesca que é depositada no solo fértil do velho Guaré, e no mesmo instante começa a despontar.
Guaré era o nome tupi para a área onde hoje estão boa parte da Barra Funda e todo o Bom Retiro, e foi traduzido para o português como “Terras Alagadas”, embora para os índios quisesse dizer muito mais que isso. Guaré era um território de caça, um espaço estratégico para a sobrevivência das aldeias que perambulavam pelo grande planalto do vale do rio Tietê. E quando Anchieta chegou com um povo que havia sido subjugado pelos Guaianazes na borda do campo, na vila de Santo André, trazendo os algozes pelo caminho ao longo do Tamanduateí – e eles se instalaram no espigão do Caaguaçu – os Tupinambás eram liderados por Caauby e Tibiriçá, na colina que servia de fortaleza para duas grandes aldeias, e guardavam os rios no entorno que desciam o espigão, mas sobretudo a grande Várzea que se estendia ao norte. Pois ali era um imenso jardim de caça e coleta, mas não se arriscavam a manter roçados, preferindo cultivar no alto da colina-fortaleza (a Praça do Patriarca e o entorno da Praça da Sé são os descampados reminiscentes destas pequenas lavouras de susbistência). No entanto, guardavam o jardim do Guaré atentamente.
Com o tempo, os índios foram sendo espoliados, e o grande jardim passou a ser uma colcha de retalhos de chácaras, e em tempos mais próximos passou a ser cortado por ruas, em sua parte mais alta, onde a água do rio não alcançava. E essas ruas passaram a formar um bairro, distante do centro da vila, que sempre foi a colina. Os ecos do velho Guaré e de seu esplendor natural de imenso Jardim inspirou um novo nome, e passou a ser chamado de Bom Retiro, pois era de fato o que o nome indicava. E ali foram instaladas as estações de trem, o parque da cidade, a escola politécnica, a escola de farmácia, os estabelecimentos de serviços variados, e a hospedaria dos imigrantes, que chegavam aos borbotões. Nessa época o idioma tupi, chamado de nheengatu, a língua velha, fora substituído pelo sotaque ítalo-português, que passou a ser característica dessa cidade-monstro no século que começava. Tudo isso é apenas para dizer que foram as pessoas deste pujante bairro de periferia que sonharam. E nada disso é por acaso.
Essas pessoas eram trabalhadores, e embora não se pudesse dizer que havia uma “classe média”, pois a sociedade era marcadamente dividida por barões e patrões, de um lado, e do outro por quem devesse vender a força de trabalho para sobreviver, muitos deles eram em certa medida prósperos. Entre eles havia o pintor de paredes, Antonio Pereira, que trabalhava no escritório de Ramos de Azevedo, o arquiteto uruguaio que fez grande parte dos prédios que marcaram a ascensão da vila colonial atrasada do tempo do Império para uma cidade em pleno crescimento, a ponto de se tornar a metrópole que “mais cresce no mundo”. Seu Pereira era um jovem idealista de sangue quente português, em 1910. Já tinha economias guardadas pensando em abrir uma empreiteira, e conhecia muita gente, como um bom cidadão do Bom Retiro, que era.
Pois no Bom Retiro é que a cidade acontecia de fato. Era ali que chegavam as levas de imigrantes, era ali que as notícias primeiro se anunciavam, era ali que o povo paulistano ia cuidar da saúde e, finalmente, era ali que os sonhos eram sonhados, por estes que se exauriam nas doze horas de labuta incessante e diárias.
Miguel Bataglia havia sido operário, mas o idealismo que fazia com que os operários se mexessem, exigindo os devidos direitos, fez com que ele se refugiasse na profissão de alfaiate. Seu irmão, Salvador, abrira uma barbearia. E todos no Bom Retiro, e mesmo os barões dos Campos Elíseos, ou dos casarões da Bela Vista, iam até a alfaiataria de Miguel, de forma que quase tudo o que era dito na cidade – pelo menos tudo que se dizia abertamente, e outras coisas mais que não se podia dizer – era dito naquele estabelecimento, e distribuído ao povo, que freqüentava a barbearia, através de Salvador. Sendo assim, também não é por acaso que os dois irmãos tenham se tornado peças fundamentais na concretização do Sonho.
Mas o Sonho de emancipação trazido pelo Cometa se utilizou de uma grande desculpa para acontecer.
Não por acaso falamos do Guaré, a Terra Alagada, a grande Várzea. Pois era ali que o povo trabalhador podia, nas poucas horas dominicais de descanso da labuta incessante, ter seu momento de emancipação, antes de acordar no dia seguinte e reiniciar a massacrante labuta. O velho Jardim do Guaré se transformava em descampados planos onde se praticava o Futebol. E o povo criava seus times de rua, de bairro, de fábrica, e faziam festa nos confrontos que se marcava para esses domingos. Antes dos jogos, faziam pic-nics, churrascos, Festa com música, artistas se apresentavam, e o povo confraternizava.
Essas festas eram promovidas, em sua maioria, pelos sindicatos autônomos que se estabeleciam, comunistas e anarquistas, e havia inclusive uma séria discussão acerca do fator de divisão que o Futebol causava. Pois os ânimos se exaltavam, brigas aconteciam, e eram levadas para dentro do movimento. Alguns diziam que o Futebol cindia o povo!
Mas aqueles que sonharam a grande Utopia pensavam justamente no inverso disso. A Utopia quis reunir todos numa Luta, e assim o fez. Assim, antes mesmo de ser uma Torcida que criou o próprio Timão, num movimento que nenhuma outra agremiação conseguiu fazer igual, sequer semelhante, e que demonstra a Força do Sonho, a Utopia se concretizava como um pequeno anarco-sindicato, sonhador, utópico, cuja missão era a de devolver o Futebol ao Povo. Pois os barões achavam que seus campos e sua Liga eram onde se praticava o “futebol”, mas o Povo sabia que Futebol mesmo acontecia na Várzea.
Para isso, antes mesmo de chegar o Embaixador do Esporte Bretão, o Corinthian Football Club, os que sonharam juntos sob o brilho fulgurante do Cometa se articulavam nas ruas, nos bairros e nas fábricas para concretizar este anarco-sindicato, antes mesmo de concretizar a Seleção Varzeana em campo. Mas do anarco-sindicato até o Timão em campo, existe um longo caminho, uma grande teia de ações e relações que foi instituída para que acontecesse o Clube do Povo, que não tinha dinheiro nem pra comprar as meias, naquele inverno de 1910 que já transcorria…

 

 

Filipe Gonçalves